Portuguese English German Italian Spanish

Enfeites de Natal em feltro é o tema da última oficina gratuita promovida pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo neste mês de dezembro. Diversificar os trabalhos manuais e auxiliar aqueles que pretendem decorar casas e estabelecimentos com materiais de baixo custo ou recicláveis são as propostas do curso.

Os materiais utilizados nesta oficina merecem destaque pois mesmo sendo de baixo custo, resultam em enfeites criativos e bonitos, além de permitir que as peças produzidas sejam manipuladas por crianças, sem risco de machucar.

O curso, que será instruído por Maria Aparecida Trarbach, começa na próxima terça-feira (05) e segue até quinta-feira (07). Para se inscrever basta procurar a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo,  situada a Rua Senador Jeferson de Aguiar (antigo Hotel Imperador) no horário das 8h às 11h e das 13h às 17h. O material para cada oficina será de responsabilidade do participante.

Confira o material necessário:

OFICINA DE ENFEITE DE NATAL EM FELTRO

Data: 05 a 07 de dezembro
Local: Secretaria de Cultura e Turismo – antigo Hotel Imperador
Horário: 15h às 17h
Instrutora: Maria Aparecida Trarbach

Material:

Retalhos de Feltro (verde, azul, branco, bege, rosa, vermelho, marrom, amarelo);
Linhas para bordar e/ou para crochê nas cores branca, vermelha, verde, azul;
Tesoura para tecido
Fibra siliconada para enchimento (1 pacote) ou retalhos de acrilon
Sultache, fitas de cetim de 0,5m de largura, lantejolas, miçangas grande marrom ou preta  para detalhes.
Agulhas para costura a mão.

 

Oficinas anteriores

A primeira oficina gratuita de uma série de três, aconteceu entre os dias 27 a 29 de novembro, e a instrutora Beth Biondo ensinou técnicas para a confecção de frutas de sabão, e contou com 08 participantes, que botaram a mão na massa e produziram lindas peças.

 IMG 20171201 WA0003  IMG 20171201 WA0001

A oficina de guirlandas e enfeites iniciou ontem (30) e terá continuidade hoje (1°). Desta vez a instrutora Beth repassou técnicas para produzir belíssimas guirlandas e outras peças natalinas, para decorar e dar mais charme a residência das 17 participantes.

 IMG 20171201 WA0000  IMG 20171201 WA0002  IMG 20171201 WA0004

Músicos capixabas, de todo Brasil e também do exterior já podem fazer suas inscrições para as oficinas de música da 24ª edição do Festival Internacional de Inverno de Música Erudita e Popular de Domingos Martins. Com o tema "Tributo à Música Popular Brasileira", o evento será realizado entre os dias 7 e 16 de julho. 


Esse ano o Festival está voltando às origens, dando prioridade a parte pedagógica, sem deixar de lado as apresentações populares e eruditas. A programação pedagógica vai contar com 20 oficinas, ministradas por grandes instrumentistas da música brasileira.

Para efetivar a inscrição, os interessados devem entrar em contato com a Secretaria de Cultura e Turismo de Domingos Martins, pelos telefones: (27)3268-1471 ou (27) 99971-7410. A taxa de inscrição será de R$50 e cada oficina vai contar com 25 vagas.

oficina oficina2 oficina3
Evento volta a potencializar o caráter pedagógico e educacional a músicos de todo o país

A vigésima quarta edição do Festival de Inverno de Domingos Martins vai oferecer os cursos de acordeon, contrabaixo, contrabaixo acústico, bateria, canto e prática de coral I e II, flauta, guitarra, improvisação, percussão, piano, prática de conjunto I e II, saxofone, trombone, trompete, viola erudita, violão, violino e violoncelo (veja abaixo os professores de cada oficina). 

O coordenador pedagógico da edição 2017, Ney Conceição, também irá ministrar a oficina de contra baixo. Conhecido internacionalmente no meio musical, Ney é músico autodidata, arranjador e compositor. Já tocou com grandes nomes da música brasileira, como Danilo Caymmi, João Nogueira, João Bosco, Elba Ramalho, Sivuca, entre outros.

“É uma alegria voltar ao Festival, onde já dei aula, e dessa vez vou como coordenador pedagógico e professor. Vamos realizar um grande festival, com mestres da música. Será uma grande oportunidade de aprendizado para músicos de todo País e também do exterior”, destaca Ney Conceição.

Antecipação

O município de Domingos Martins está se organizando com o tempo necessário para realizar o evento, que deve levar ao município mais de 200 mil visitantes durante os dez dias de evento. “O Festival de Inverno atrai muitos turistas para cidade, além de alunos, professores e prestadores de serviço. Precisamos de tempo para organizar tudo isso com eficiência. Estamos envolvendo toda a comunidade, comércio e servidores da Prefeitura para que possamos fazer um evento impecável e de alta qualidade”, afirma a secretária de Cultura e Turismo Rejane Entringer.

“As apresentações artísticas serão divulgadas em breve, mas podemos adiantar que teremos músicos capixabas, eruditos e populares, além dos próprios professores, que devem render vários shows. Será um lindo Festival”, afirma Rejane.

Professores

- Acordeon: Chico Chagas
- Contrabaixo: Ney Conceição
- Contrabaixo Acústico: Tony Botelho
- Bateria: Erivelton Silva
- Canto e Prática de Coral I: Fátima Guedes
- Canto e Prática de Coral II: Zé Luiz Mazziotti
- Flauta: Carlos Malta
- Guitarra: Bernardo Basisio
- Improvisação: Nelson Faria
- Percussão: Robertinho Silva
- Piano: Itamar Assier
- Prática de Conjunto I: Dino Range
- Prática de Conjunto II: Toninho Horta
- Saxofone: Paulo Levi
- Trombone: Gilmar Ferreira
- Trompete: José Arimatéia 
- Viola Erudita: Savio Santoro
- Violão: Lula Galvão
- Violino: Gabriela Queiroz
- Violoncelo: Paulo Santoro 


Lorena Müller

Dezenas de crianças e jovens estarão reunidos no sábado (3) para mais um Encontro de Capoeira das oficinas oferecidas pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social nos pólos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). O evento acontece no coreto da Praça Dr. Arthur Gerhardt, no centro de Campinho.

Participam do encontro alunos de Ponto Alto, Pena, Pedra Azul, São Bento do Aracê, Campinho e Santa Isabel. As atividades começam às 8h com a abertura oficial, seguida de roda infantil dos alunos do Projeto do CRAS de Ponto Alto. Às 10h começa um dos momentos mais esperados do encontro: o batizado, quando novos alunos são recebidos e fazem sua primeira apresentação, e a troca de cordas (graduação) das turmas infantil e juvenil.

Semana Cultural e 12 de junho 42 Semana Cultural e 12 de junho 58 Semana Cultural e 12 de junho 52

Todos os alunos ainda participam da roda de encerramento do II Encontro de Capoeira, às 11h30, e em seguida, será realizado um lanche partilhado. “É muito importante a presença dos familiares nesta data tão marcante na vida de nossas crianças, portanto, venham conosco compartilhar essa alegria”, convida o professor da modalidade, Sandro Dias.

Outras oficinas ofertadas

A Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social oferta permanentemente diversas oficinas por meio do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) na Sede e no interior. A participação é gratuita e aberta para toda a comunidade, porém o preenchimento das vagas é prioritário para aqueles que são atendidos por programas assistenciais do Governo Federal, como por exemplo o Bolsa Família.

As inscrições devem ser feitas nos Pólos de Assistência Social, unidades instaladas em Ponto Alto, Melgaço, Pedra Azul, Santa Isabel, Campinho e Alto Tijuco Preto (Clique aqui e veja endereços e contatos). Atualmente, mais de 250 pessoas são atendidas no SCFV.

Veja as oficinas ofertadas por localidade:

- Ponto Alto: Artesanato, capoeira, violão e reciclagem
- Alto Paraju: Violão
- Pena: Capoeira (noturno)
- Alto Tijuco Preto: Artesanato
- Pedra Azul: Violão, capoeira e artesanato
- São Bentinho: Violão e capoeira
- Santa Isabel: Violão, capoeira e artesanato
- Melgaço: Violão, capoeira e artesanato
- Sede: Capoeira, artesanato, canto coral e banda marcial

* Além das oficinas, nos pólos do CRAS (Oswaldo Reetz, Ponto Alto, Santa Isabel e Melgaço), são oferecidas aulas de reforço escolar pelas educadoras sociais.

Lorena Müller

Desde a última segunda-feira (25) Domingos Martins tem um som especial. Seja passando pelo antigo Hotel Imperador, pelo Clube de Campinho, pela escola municipal e por tantos outros lugares, a música ecoa pela cidade, executada por estudantes das oficinas do XXIII Festival Internacional de Inverno de Música Erudita e Popular. Também nas comunidades de Melgaço e Ponto Alto, música e canto são entoados por moradores locais participantes das oficinas.

Depois de cinco dias de intenso aprendizado, é hora de apresentar ao público o resultado. Na noite de ontem (28), o  Coral do Festival – Melgaço se apresentou no coreto e hoje (29) serão realizadas mais audições. Logo mais, às 13h, será a vez dos alunos da Prática de Orquestra, no coreto da praça e às 18h, a Igreja Luterana recebe os alunos da Prática de Coral da Sede. Em Ponto Alto, no mesmo horário, acontece a apresentação do Coral  do Festival – Ponto Alto, na Igreja Luterana da comunidade.

Coral do Festival - Melgaço Coral do Festival - Melgaço 2
Alunos da oficina de Prática de Coral - Melgaço 

Amanhã (30), novas audições acontecem pela manhã: Prática de Big Band (10h – Coreto), Prática de Choro (11h – Palco Livre) e Prática de Metais – Melgaço (12h – Coreto). Já no domingo (31) os alunos da oficina de Concertina se apresentam no coreto, às 10h, encerrando as audições 2016.  

Na edição deste ano, o Festival de Inverno recebeu estudantes da Faculdade de Música do Espírito Santo (Fames), Projeto Casa Verde (Cachoeiro de Itapemirim), Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Lira Guanduense e Vale Música, além de músicos martinenses e de São Mateus e Fundão, entre outros.

Durante toda a semana os alunos participaram das atividades musicais. Pela manhã foram realizadas as oficinas de violoncelo, contrabaixo, violino e viola, sob a coordenação do professores Sanny Souza e Gabriela Queiróz, respectivamente. Já a tarde foi reservada para as oficinas de prática coletiva: Orquestra Sinfônica com o maestro Helder Trefzger, Big Band com Rafael Rocha, Choro com Alexandre Araújo e Coral com Alice Nascimento.

 PD 2255  PD 2310
 PD 1584  PD 2400

Fora da sala de aula, os espaços públicos se tornaram palco para a aprendizagem. Diversos estudantes complementaram os estudos praticando e trocando conhecimento em vários pontos da cidade. “Foi uma experiência muito enriquecedora. Já participo de grupos de coral e o que aprendi aqui contribuirá para o meu desenvolvimento musical, é sempre bom estar no Festival de Inverno” relatou a aluna da oficina de Coral, Maria Luísa Barbosa.

 PD 2582  PD 2574
 PD 2505  PD 2543
 PD 2430  PD 2426
 PD 2484  PD 2479

Para a coordenadora do Projeto Casa Verde de Cachoeiro de Itapemirim, Jovania Valiati Koppe, participar do Festival de Inverno foi enriquecedor. “Estar aqui tem um valor incalculável. Nossa orquestra é regida pelo dedicado maestro Fábio Coruja e os alunos estiveram sob a batuta do maestro da Orquestra Sinfônica do Espírito Santo Helder Trefzger, isso é uma honra.  Cada conhecimento partilhado, cada técnica aprendida, cada partitura estudada, cada contato com outros alunos nos deixam convencidos de que o coração deste festival pulsa no mesmo ritmo que o nosso, o pulso da música”.

Oficinas para moradores em Melgaço e Ponto Alto

A música e o canto também estiveram no interior de Domingos Martins. A comunidade de Melgaço, já reconhecida pela tradição das bandas de metais, recebeu mais uma vez o professor Antonio Schneiders para a oficina de Prática de Metais, nesta edição com mais de 50 moradores locais e de Santa Maria de Jetibá.

 02A9903  02A9922

“A oficina é a vida das nossas bandas daqui de Melgaço, a Pommerweg’s e a Pommerchor. É um período de grande aprendizado e nos alegra muito poder viver essa experiência mais uma vez. Também aproveitamos as aulas para contar com o apoio do professor para definirmos o nosso repertório anual, contou o aluno e regente da Pommerchor, Solemar Schwanz.

 02A9884  02A9863
 02A9945  02A9949

Melgaço também é referência no resgate e preservação da música de concertina, tanto que é a terra de uma das maiores referências no Espírito Santo sobre o assunto. Seu Angelino Zaager, músico autodidata, é um únicos no Brasil que fabricam o instrumento em ensina a tocar a concertina. Neste Festival, ministrou a oficina a 19 alunos. A comunidade recebeu ainda aulas de Prática de Coral, com a professora da Escola de Música Helena Gerhardt Brickwedde, Joelma Kumm. 

Ponto Alto

A 23ª edição do Festival de Inverno levou também música para a região de Ponto Alto. Por lá a música foi entoada por moradores de toda a região e da Sede do Município, sob a coordenação do professor martinense Pablo Assunção.

 02A0004  02A0028

Participando pela primeira vez das oficinas do Festival de Inverno, a moradora de Ponto Alto Julimara Aparecida Ferreira contou a experiência. “Gosto muito de cantar, e já me apresentei algumas vezes, mas a oficina trouxe muitas coisas novas, especialmente em relação às  técnicas de afinação e respiração”.

Programe-se
Audições dos alunos do Festival

Sexta - 29/07

13h: Prática de Orquestra - Coreto
18h: Prática de Coral Sede -Igreja Luterana
18h: Prática de Coral Ponto Alto -Igreja Luterana de Ponto Alto

Sábado - 30/07

10h: Prática de Big Band - Coreto
11h: Pratica de Choro - Palco Livre
12h: Prática de Banda de Metais - Melgaço - Coreto

Domingo - 31/07

10h: Concertina - Coreto


 

Lorena Müller

Está chegando a hora! Nesta quarta-feira (24) a Prefeitura promove o lançamento oficial do XXII Festival Internacional de Inverno de Música Erudita e Popular de Domingos Martins. O encontro acontece às 19 horas, no Clube de Campinho, no centro da cidade.

Serão apresentados ao público as oficinas pedagógicas deste ano e também a programação artística. “Toda a comunidade martinense está convidada a participar deste momento e conhecer o que preparamos para este ano”, destaca o secretário municipal de Cultura e Turismo, Wellington Bleidorn.

o público será recepcionado com muita música com a participação da Escola de Música Helena Brickwedde. Também se apresenta o Grupo Jovem de Trompetes da Fames, com repertório eclético abrangendo música popular e clássica.

Grupo Jovem de Trompetes da Fames reduzida
Grupo Jovem de Trompetes

Único do gênero no Espírito Santo, o Festival de Inverno tornou-se um dos maiores eventos de caráter turístico e cultural e neste ano será realizado entre os dias 17 e 26 de julho. Em todas as edições milhões de pessoas passaram pelo evento e mais de 10 mil alunos participaram dos cursos, oficinas e palestras ministradas. Além dos professores e alunos, que passam a conhecer a cultura e o potencial capixaba, muitos turistas comparecem ao evento. O evento é realizado pela Prefeitura Municipal de Domingos Martins, com apoio de parceiros e patrocinadores.

Festival Gastronômico

Além de muita música, a 22ª edição do Festival de Inverno de Domingos Martins terá como atração à parte um festival de sabores. Diversos estabelecimentos da cidade preparam receitas especiais para celebrar o evento e o lançamento desses pratos lançamento oficial do festival.

A iniciativa é uma parceria da Prefeitura Municipal, Associação Comercial e Empresarial de Domingos Martins e estabelecimentos participantes.

Serviço:
Lançamento do XXII Festival Internacional de Inverno de Música Erudita e Popular de Domingos Martins

Data: 24 de junho (Quarta-Feira)
Horário: 19 horas
Local: Clube de Campinho
Informações: www.festivaldomingosmartins.com / facebook.com/DomingosMartins.DM

XXII Festival Internacional de Inverno de Música Erudita e Popular de Domingos Martins


Data:17 a 26 de julho de 2015
Local: Praça Dr. Arthur Gerhardt, em Campinho e oficinas em Campinho e comunidades do interior.
Informações: www.festivaldomingosmartins.com / / facebook.com/DomingosMartins.DM

Juliano Rangel

A Casa da Cultura oferece no mês de janeiro cursos voltados para cultura e as tradições alemãs. Serão realizas oficinas para grupos de dança alemã, além do curso de pintura Bauernmalerei que é tradicional na arte germânica. As inscrições já estão abertas e podem ser realizadas no local. Os interessados na oficina de pintura Bauer têm até o dia 16 para se inscreverem, já o curso para grupos de dança alemã terá inscrições até o dia 20.

Casa da CulturaA oficina de pintura Bauernmalerei acontece a partir do dia 27 e será ministrada pela artista Marli Rupf. Ela apresentará as técnicas e formas de pintura que vem ganhando adeptos no município.  São 12 vagas e a Prefeitura fornecerá as tintas, mas cada aluno deverá levar seu kit de pincéis. Serão 10 semanas de curso. 

Já a oficina para grupos de dança alemã acontece entre os dias 23 e 28, e será ministrada pelos professores Nilo Eduardo Bergamo e Rosangela Luisa Schneider, membros da Casa da Juventude do Rio Grande do Sul. As aulas serão aplicadas no Clube de Campinho e são voltadas a quem já é integrante de algum grupo do município.  

Fotor01308484Os participantes das duas oficinas receberão certificados de conclusão. Todas elas acontecem com a proximidade da 26ª Sommerfest, como forma de fortalecer manifestações culturais que preservam a cultura alemã. As atividades são realizadas pela Prefeitura Municipal de Domingos Martins, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo.

Serviço:

Oficina de Pintura Bauer
Data: 27 de Janeiro até 28 de maio (uma aula por semana)
Inscrições até: 16 de janeiro
Local: Casa da Cultura
Informações e inscrições: 27 3268-2550
Grátis

Oficina para grupo de Dança Alemã
Data: 23 a 28 de Janeiro
Inscrições até: 20 de janeiro
Local:Clube de Campinho 
Informações e inscrições: 27 3268-2550
Grátis

Monique Ferbek

Durante o Brilho de Natal 2014, moradores e turistas podem contar com oficinas para aprenderem a fazer artigos de decoração natalina personalizados. No último domingo (7) foi realizada a primeira delas. Pessoas de todas as idades soltaram a imaginação e produziram peças em EVA, pinha, acrilon e feltro.

No próximo domingo (14), a partir das 14 horas, quem passar pelo coreto da Praça Dr. Arthur Gerhardt, poderá ter as orientações gratuitas. Desta vez, o foco será na confecção de botinhas e árvores em feltro. No fim de semana seguinte, no dia 21, no mesmo horário, a oficina será de produção artesanal de bolas de isopor com tecido.

Oficina enfeites natalinos 5 Oficina enfeites natalinos 8
Oficina enfeites natalinos 17 Oficina enfeites natalinos 12

Não há limite de vagas e todo o material é fornecido pela Prefeitura. Quem quiser mais informações sobre as oficinas pode entrar em contato com a Casa da Cultura pelo telefone: 27 3268-2550.

Serviço:
Oficina de enfeites natalinos
14 e 21 de dezembro – Domingo

Local: Coreto da Praça
Horário: 14 horas
Informações: 27 3268-2550
Grátis

Prefeitura Municipal de Domingos Martins

brasaoRua Bernardino Monteiro, 22 - Centro- CEP 29260-000
Expediente: 8h às 11h30 - 13h às 17h  
Fone (27) 3268-1239 - 3268-1124
Veja no Mapa

Links Úteis

portariastn contas-publicas
nfe issbancario