Portuguese English German Italian Spanish

Monique Ferbek

A última fase dos trabalhos do Fórum Municipal de Turismo terminou na noite de quinta (24), em Campinho, com sugestões de moradores, empresários e representantes de entidades para serem incluídas no Plano de Turismo 2016-2026. O encontro aconteceu no antigo Hotel Imperador e contou também com uma palestra do Presidente da Associação de Hotéis e Pousadas de Monte Verde (AHPMV), Gustavo Arrais, falando sobre a forma de trabalho no distrito que faz parte da cidade mineira de Camanducaia.

Fórum Municipal de Turismo Sede 30 Fórum Municipal de Turismo Sede 38

Durante a abertura, o prefeito Luiz Carlos Prezoti Rocha, o Carlinhos Borboleta, falou sobre o objetivo pretendido ao fomentar uma atividade como o fórum. “Nosso intuito é desenvolver o turismo para que todos sejam beneficiados, empresários e comunidade com a movimentação da economia, com o fluxo de turistas. Além disso, queremos ofertar qualidade, pois com a qualificação vamos obter resultados no futuro”, disse.

Em sua palestra, Gustavo Arrais elogiou a iniciativa do município em realizar um movimento que se dará a longo prazo e exemplificou trabalhos realizados em conjunto em Monte Verde para que o local se tornasse referência em turismo de montanhas. “É importante para perpetuar o trabalho da comunidade com ações. Nós criamos uma associação e um selo de qualidade, realizamos diversos cursos, temos material de divulgação sempre atualizado, promoções e concursos, participação em eventos, material promocional vendido para se autocustear. É a Associação trabalha na execução de estratégias”, começou o palestrante.

Fórum Municipal de Turismo Sede 60 Fórum Municipal de Turismo Sede 42

Entre os pontos debatidos também esteve a formação de uma estratégia para aumentar o tempo de permanência do turista no destino, oferecendo opções de entretenimento ao visitante para que ele fique na cidade inclusive no meio de semana. Arrais também fez reflexões acerca da importância do turismo para a economia. “Em uma era cada vez mais tecnológica, onde há dificuldade para geração de empregos, o turismo é uma alternativa. O turismo gera um retorno e movimentação financeira imediata. Temos uma grande concorrência com destinos nacionais e internacionais e precisamos criar um diferencial competitivo. Qual é o de Domingos Martins?”, incitou.

Fórum Municipal de Turismo Sede 67Ao fim do evento, os participantes puderam dar contribuições com ideias para o setor turístico na Sede (incluindo as localidades rurais: Galo, Chapéu, Biriricas, Vale da Estação e outros). Coordenado pelo técnico do Sebrae, Rodrigo Belcavello Barbosa, o levantamento abordou diversos eixos que irão integrar as propostas que nortearão o desenvolvimento do turismo em Domingos Martins.

Confira algumas das sugestões:

Valorização da Cultura: Envolvimento do empresariado nas questões culturais, maior valorização das manifestações culturais, o despertar da proatividade de grupos culturais, reconhecimento da pintura Bauernmalerei como cultura local.  

Capacitação: Envolvimento das escolas com o turismo local, cursos para quem está na linha de frente no atendimento ao turista (taxistas, frentistas, policiais), estímulo à qualificação dos funcionários pela participação no resultado das empresas, sensibilização da sucessão familiar para as oportunidades locais, capacitação rural (motivacional).

Mercado: melhor estratégia de publicidade e panfletagem, antecipação do Projeto Brilho de Natal, envolvimento financeiro dos empresários, melhoria dos aspectos visuais de ocupação e publicidade durante os eventos, estabelecimentos de horários de funcionamento, preços justos, discussão sobre os eventos e sua categorização, estabelecimento de cobrança para visitação a eventos.

Qualificação da oferta: envolvimento das escolas com o turismo local, necessidade de aumento da autoestima e identificação da comunidade com suas culturas, selo de qualidade, levantamento de dados estatísticos sobre o impacto econômico e social do turismo.

Fórum Municipal de Turismo Sede 76 Fórum Municipal de Turismo Sede 77

Infraestrutura: Embelezamento da cidade, estímulo valorização da arquitetura local, sinalização, respeito à capacidade de carga do destino, rever a utilização da Rua de Lazer (circulação de veículos, padronização), mobilidade urbana e para os circuitos, melhorias em comunicação (sinal de telefone e internet), melhoria dos acessos aos empreendimentos turísticos (vias em estados adequados), criação de estacionamentos, modificação de local e estruturação da rodoviária municipal, espaço para realização de eventos, fiscalização e conscientização das leis federais de acessibilidade.

Inovação: Utilização do SESC Domingos Martins como uma atração de oportunidade para o turismo da Sede, articulação para reuniões periódicas para estabelecimento de parcerias, planejamento para fluidez, criação de um grupo de trabalho para elaboração de pacotes turísticos, criação de serviços de transporte para os destinos locais, articulação de local para venda de artesanato.

Articulação de Parcerias: criação de um conselho comunitário para discussão dos assuntos municipais com representantes de diversas entidades, estabelecimento de canais de comunicação entre os diversos grupos que elaboram projetos, fortalecimento de parcerias entre os empreendimentos (estímulo à circulação). 

Fórum Municipal de Turismo Sede 78 Fórum Municipal de Turismo Sede 87

Monique Ferbek

Dezenas de moradores, representantes de entidades e autoridades estiveram presentes na segunda tarde de programação do Fórum Municipal de Turismo que aconteceu na última quarta (23), no Sítio da Ressaca, em Paraju. O foco foi em exemplos de ações que podem ser aplicadas em sítios de recreação e que recebem grupos, principalmente nessa região do município.

Após a abertura do evento, o secretário municipal de Cultura e Turismo, Wellington Bleidorn, apresentou o cenário atual e os trabalhos que estão sendo desenvolvidos para estruturar e fortalecer o setor em Domingos Martins. “Temos ações na região como propulsoras do turismo: cursos e capacitações, realização e apoio a eventos culturais, recreativos, divulgação, mas ainda temos muitos desafios como a sensibilização da comunidade, construção e conservação de infraestrutura, ordenação de ocupação, entre outros”, pontuou.

Fórum Municipal de Turismo 58 Fórum Municipal de Turismo 74

Wellington Bleidorn e José Fernandes Franco

O engenheiro agrônomo e empresário José Fernandes Franco iniciou a palestra falando sobre os primeiros debates em turismo na sua cidade. “Quando começamos a falar do assunto em Socorro, realizamos uma visita técnica a Domingos Martins que já era referência na área em todo o Brasil. Em Socorro, a união dos empresários foi primordial para o sucesso das ações e desenvolvimento do local. Juntos conseguimos fortalecer nossas atividades e alavancar nosso trabalho, colhendo resultados. Até hoje nada é feito somente pelo poder público, ou só pelo privado. Tudo é em conjunto”, disse.

Na sequência, ele pontuou como transformou sua propriedade em um complexo turístico. “Iniciamos bem pequenos e tínhamos um terreno comum, com produções pequenas para consumo e venda. Por exemplo, começamos a comercializar sacos de café e moíamos em um moedor pequeno, hoje temos uma torrefação. Locais nos quais não conseguíamos plantar, enxergamos a possibilidade de operar atividades de aventura. Nossos cavalos viraram cavalos de aluguel, tínhamos poucos peixes e hoje temos tanques de pesca recreativa. Cada ação que fazíamos ia dando certo, inovamos e os resultados vinham”, salientou.

Antes Depois

Clique nas imagens para ampliar e ver o antes e o depois da propriedade

O ministrante relatou que 90% do turismo em Socorro é feito na área rural, cenário bem similar ao que há em Domingos Martins. “A cidade tem como principais atividades econômicas: o turismo, agricultura e malharias/comércio, e está localizado na Serra da Mantiqueira, divisa de São Paulo e Minas Gerais. Desenvolvemos projetos ecológicos, educativos e sociais, com destaque para o Ecoturismo e Turismo de Aventura que nos proporcionou maior projeção nacional e internacional. Além disso, falamos para escolas: com educação ambiental e outras ações”, ressaltou.

Turismo construído por todos

Fórum Municipal de Turismo 66Em sua fala, Franco frisou a importância da participação da comunidade para que o que é almejado vire realidade e destacou a importância dos conselhos nesse processo. “Entendemos que a política pública é feita pela união das pessoas da cidade e os poderes legislativo e executivo participam do processo, não o inverso. Nós precisamos nos mobilizar para mudarmos a realidade. Não é ninguém sozinho e os conselhos ajudam fortemente nesse processo”, realçou.

A partir desta união, Franco destacou que várias empresas foram se fortalecendo. “Temos vários segmentos representados no Conselho de Turismo, possuímos um Fundo Municipal de Turismo (conquistado a partir da conscientização para a importância das atividades turísticas como fonte de emprego e renda), fizemos parcerias, entramos em projetos e programas, fomos nos aperfeiçoando em conjunto. Em síntese: Prefeitura, Conselho e Associação Comercial trabalham juntos.

Turismo Social como diferencial competitivo

Socorro é referência mundial em turismo com acessibilidade. Segundo o IBGE 25% da população brasileira tem algum tipo de deficiência. Franco citou a lei federal que regulamenta a acessibilidade em estabelecimentos turísticos. “Entramos em projetos para permitir que pessoas com algum tipo de limitação física, mobilidade reduzida, acidentados, gestantes, obesos, idosos – o Brasil hoje tem 77 milhões de pessoas nesses perfis. Com boa vontade, conseguimos adequar e trabalhar este segmento, tornando-o um grande nicho de mercado”, ressaltou.

Acessivel Acessivel1 Acessivel1.jpga

 

Ele avaliou que a inclusão do deficiente aumentou a taxa de ocupação, pois ele sempre está acompanhado e esse público viaja muito durante a semana. “Além do espaço físico, as atividades também devem ser acessíveis. Não basta termos criatividade e habilidades individuais, se não tivermos disciplina, garra e espírito de equipe para atingirmos nossos objetivos”, finalizou o palestrante.

Sugestões para Paraju

Ao final do evento houve debates e os participantes puderam dar sugestões para que possam ser incluídos no Plano Municipal de Turismo 2016-2026. O trabalho foi conduzido pelo técnico do Sebrae, Rodrigo Belcavello Barbosa. Entre os pontos abordados estiveram: incentivo à cooperação mútua na comunidade, resgate cultural nos eventos, articulação de parcerias entre comunidade, entidades e poder público. Além disso, aspectos relacionados à infraestrutura, questões ambientais e capacitações também foram levantados.  

Fórum Municipal de Turismo 99 Fórum Municipal de Turismo 104

O Fórum Municipal de Turismo termina na noite de hoje (24), em Campinho. O presidente da Associação de Hotéis e Pousadas de Monte Verde (MG), Gustavo Arrais, fala sobre as experiências do local em relação ao turismo. Participe! O evento é gratuito é não é necessária a inscrição prévia. A iniciativa é uma parceria entre a Prefeitura de Domingos Martins e o Sebrae.

Fórum Municipal de Turismo

Dia 24 de setembro – SEDE
Local – Antigo Hotel Imperador
17h - Abertura Oficial
17h30 – Apresentação da Realidade Turística Local
18h - Caso de Sucesso de Monte Verde – Gustavo Arrais (Presidente da Associação de Hotéis e Pousadas de Monte Verde (Camanducaia/MG)
19h45 – Coffee Break
20h – Grupos Temáticos de discussão
21h – Apresentação do resultado dos grupos temáticos

Monique Ferbek

A Prefeitura Municipal de Domingos Martins, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, realizará o Fórum Municipal de Turismo, nos dias 22, 23 e 24 de setembro, nas localidades de Pedra Azul, Paraju e Sede. Durante os três dias do evento serão oferecidas palestras adequadas à realidade de cada região, além de realizados debates sobre o cenário, desafios e anseios relacionados à área turística. O evento conta com o apoio técnico do Sebrae. 

O primeiro dia do evento acontece em Pedra Azul e traz a palestra da professora da Universidade de Lavras (MG), Drª Schirley Alves, para falar sobre “Fortalecimento do Destino: A Paisagem como Instrumento de Valorização Turística”. O segundo dia de programação se desenvolve em Paraju, com a participação do palestrante José Fernandes Franco, empresário do município de Socorro (SP) e seus casos de sucesso com sítios de recreio. Já na Sede, no último dia, o presidente da Associação de Hotéis e Pousadas de Monte Verde (MG) fala sobre as experiências do local em relação ao turismo.

Entre os objetivos do Fórum estão: a descentralização de ações da Política Municipal de Turismo, ordenando as demandas do município; proporcionar uma reflexão sobre a competitividade no setor turístico; Relembrar os pontos positivos e gargalos do destino; Traçar e priorizar ações que deverão nortear o desenvolvimento turístico, além de fazer encaminhamentos para dar continuidade aos caminhos estratégicos definidos.

Formatação do Plano Municipal de Turismo

Wellington Bleidorn cópiaComo parte do planejamento 2013/2016, a Sectur iniciou o processo para a construção do Plano Municipal de Turismo, documento que vai direcionar as estratégias e cronograma de ações a serem executadas durante o período de 2016/2026. Para isso, foram realizadas reuniões com entidades, circuitos e empreendedores e o Fórum Municipal faz parte dos trabalhos. 

“Buscamos uma parceria com a comunidade para construir um documento que registre o potencial turístico da cidade que queremos, buscando a harmonização do setor público com o privado. Independente de gestões e gestores, devemos pensar no desenvolvimento contínuo e criar mecanismos de forma que o que venha pela frente seja melhor do que o que já passou. Devemos buscar sempre o melhor e o Plano nos auxilia nesse processo”, explica o secretário municipal de Cultura e Turismo, Wellington Bleidorn.

Entre os passos para a construção do Plano Municipal de Turismo estão: o diagnóstico do cenário atual, o prognóstico (com projeções para os próximos anos), o traçar dos objetivos e metas, com a proposição de projetos e programas, a aprovação de órgãos públicos e conselhos afins, além do acompanhamento e avaliação constante do que foi proposto.


FÓRUM DE TURISMO DE DOMINGOS MARTINS –ES

Caminhos, perspectivas e oportunidades

PROGRAMAÇÃO

Dia 22 de setembro - PEDRA AZUL
Local – Pousada dos Pinhos
13h - Abertura Oficial
13h30 – Apresentação da Realidade Turística Local
14h - Fortalecimento do Destino: A Paisagem como Instrumento de Valorização Turística – Drª.Schirley Alves(Centro Universitário de Lavras/MG)
15h45 – Coffee Break
16h – Grupos Temáticos de discussão
17h – Apresentação do resultado dos grupos temáticos

Dia 23 de setembro - PARAJU
Local
– Sítio da Ressaca
13h - Abertura Oficial
13h30 – Apresentação da Realidade Turística Local
14h - Caso de sucesso do Hotel Fazenda Campo dos Sonhos e Parque dos Sonhos – José Fernandes Franco (Socorro/SP)
15h45 – Coffee Break
16h – Grupos Temáticos de discussão
17h – Apresentação do resultado dos grupos temáticos

Dia 24 de setembro - SEDE
Local – Antigo Hotel Imperador
17h - Abertura Oficial
17h30 – Apresentação da Realidade Turística Local
18h - Caso de Sucesso de Monte Verde – Gustavo Arrais (Presidente da Associação de Hotéis e Pousadas de Monte Verde (Camanducaia/MG)
19h45 – Coffee Break
20h – Grupos Temáticos de discussão
21h – Apresentação do resultado dos grupos temáticos

 

Monique Ferbek

Representantes de entidades, conselhos, servidores da Prefeitura e demais envolvidos com a área de Turismo de Domingos Martins estiveram reunidos na tarde da última terça (2), no antigo Hotel Imperador para debater sobre o Fórum Municipal de Turismo que será realizado entre os dias 22 e 24 de setembro, em Pedra Azul, Paraju e Sede.

Durante o encontro foram apresentados os objetivos do Fórum que resultará na criação de um Plano Municipal de Turismo para o período de 2016-2026. Também foi o momento para que os grupos formados sugerissem temas para serem abordados durante o evento. A formatação do Plano está prevista entre as ações do Planejamento da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e contará com o apoio do Sebrae-ES.

 

Seminário de Mobilização para o Fórum de Turismo 11 Seminário de Mobilização para o Fórum de Turismo 44

“Para a construção do Plano, precisamos fazer algumas reflexões: ‘Como estamos? Onde queremos chegar? Como fazer e quando chegaremos lá? Como gerir os avanços?’. Buscamos a gestão compartilhada, descentralizada e participativa. O período de dez anos para a realização do plano quer garantir a continuidade das políticas para além das gestões governamentais”, explicou o secretário municipal de Cultura e Turismo, Wellington Bleidorn.

 

Seminário de Mobilização para o Fórum de Turismo 22 Seminário de Mobilização para o Fórum de Turismo 29

O secretário também frisou os motivos para se realizar o Fórum por distritos. “Pensaremos em Domingos Martins com um objetivo macro de desenvolvimento do turismo. Mas precisamos analisar cada local separadamente porque os anseios e atividades de cada praça são distintos. Realizamos conversas e reuniões com lideranças e entidades representativas da comunidade para que tenham maior conhecimento do objeto do planejamento”, acrescentou.

Entre os passos para a construção do Plano Municipal de Turismo estão: o diagnóstico do cenário atual, o prognóstico (com projeções para os próximos anos), o traçar dos objetivos e metas, com a proposição de projetos e programas, a aprovação de órgãos públicos e conselhos afins, além do acompanhamento e avaliação constante do que foi proposto.

 

Seminário de Mobilização para o Fórum de Turismo 15Renata Vescovi -Sebrae
“Importante a participação de todos os segmentos para potencializar os negócios turísticos na região. O Plano demonstra a organização e preocupação do município para o futuro”

Seminário de Mobilização para o Fórum de Turismo 18Rodrigo Belcavello – Sebrae
“Esse trabalho vem no sentido de agregar e pensar no município como um todo”

 

Serviço:

Fórum Municipal de Turismo
Data:
22 a 24 de setembro
Local: Pedra Azul, Paraju e Sede
Programação em breve  

Prefeitura Municipal de Domingos Martins

brasaoRua Bernardino Monteiro, 22 - Centro - CEP 29260-000
Expediente Administrativo: 8h às 12h00 - 13h às 17h
Horário Serviços de Saúde: 7h às 11h30 - 12h30 às 16h  

Fone (27) 3268-1239 - 3268-1124
Veja no Mapa

Links Úteis

portariastn contas-publicas
nfe issbancario