Portuguese English German Italian Spanish

Monique Ferbek

Tem coisa mais encantadora que aquele brilho nos olhos das crianças ao verem suas famílias participando das atividades escolares? Mais que esse brilho, as escolas de Domingos Martins desenvolvem atividades que potencializam os momentos em família, estimulando a participação de pais e responsáveis na vida escolar. Afinal, o resultado de qualidade na educação é uma soma de empenhos.  

“O envolvimento da família nas atividades escolares de seu filho é muito importante, podemos dizer que fundamental, especialmente nos anos iniciais do ensino fundamental, que é quando a criança necessita mais do acompanhamento da família nas atividades escolares e incentivo para a realização de seus deveres até ganhar mais autonomia”, explica a secretária municipal de Educação e Esporte, Roseli Gonoring Hehr.

Segundo a secretária, a participação efetiva de pais e responsáveis no que é realizado ou proposto pela escola é uma forma de incentivo aos estudantes. “Mostrar interesse e dialogar sobre a vida escolar do estudante, envolver-se em eventos e outras atividades realizadas pela escola  são atitudes da família que contribuem para o processo ensino-aprendizagem dos estudantes”, acrescentou.

As unidades de ensino do município trabalham de portas abertas para a participação, priorizando a relação família-aluno-escola, realizando não somente atividades dentro do ambiente escolar, mas ampliando a atuação. Um dos exemplos vem do CMEI Vila Verde, na Sede, que busca fomentar e reforçar os momentos da família com a criança no contexto escolar. Por lá, existem trabalhos como a maleta de leitura itinerante, em que a criança leva para casa livros para que sua família possa realizar um momento de leitura, além de ações que reforçam o que está sendo estudado em sala de aula.

CMEI Vila Verde 1 CMEI Vila Verde 2

Atividades do CMEI Vila Verde com as famílias

Recentemente, o Centro de Educação Infantil, percorreu o bairro com os pequenos alunos em visita às famílias abordando o tema “Natureza: Quem ama cuida” e subtema “Os defensores da água”. “Priorizamos a participação das famílias por meio de atividades específicas onde coletivamente organizaram atitudes de economia de água que foram redigidas e transformadas em uma ‘cartilha do uso da água com consciência’. Essas visitas tiveram uma relevância significativa tanto para as famílias que nos acolheram gentilmente, quanto para as crianças”, explicou a diretora Alessandra Velten.

Unidades organizam Dia da Família na Escola

Uma das ações idealizadas para propiciar um momento especial da comunidade escolar é a criação do “Dia da Família na Escola”, quando são realizadas apresentações, incentivado o engajamento dos familiares na programação e confraternizações com objetivo de integrar estudantes, familiares e a escola.

“Este momento é muito significativo para alunos, escola e família, possibilitando a interação de todos os sujeitos da comunidade escolar para presenciar e vivenciar as atividades desenvolvidas no ambiente educativo por meio desta parceria”, ressalta a diretora da EFA São Bento, Vanilza Schunck, que realizou diversas atividades no Dia da Família na Escola, com o tema ‘Acreditar na Família é construir o futuro”, com apresentações culturais, Feira de Ciências e palestras.

EFA São Bento 1 EFA São Bento 2

Palestra sobre o papel da família no comportamento e formação da criança na EFA São Bento

A EMEF Alto Paraju preparou, neste mês, um jantar e apresentações culturais, quando teatro, paródia, danças e dramatização fizeram parte das atividades, sob o tema “Família na Escola, Quem semeia boas sementes colhe flores perfeitas).  Já a EMEF Soído prepara confraternização e exposição para o dia 23 de novembro. Em Campinho, o CMEI Cézar Vello Puppin preparou um dia especial de confraternização entre as famílias, com diversão e atividades no Sítio Recanto da Roça, no Galo. 

EMEF Alto Paraju 2 EMEF Alto Paraju 3
15032265 281920068870554 5484636468081101241 n CMEI Cezar Vello 3 2

EMEF Alto Paraju e CMEI Cézar Vello 

Monique Ferbek

Nos últimos três anos, o número de oferta de vagas em Centros de Educação Infantil (CMEI’s) na Rede Municipal de Ensino de Domingos Martins dobrou, saltando de 403 para 800 alunos com idades de zero a três anos atendidos nas escolas públicas do Município. Segundo dados da Secretaria de Educação e Esporte, a geração de novas vagas foi possível por conta dos investimentos em reformas e ampliações das unidades de ensino, remanejamento de turmas e abertura de novas salas.

Somente CMEI Jutta Batista, em Pedra Azul, com a construção de um novo prédio, foram abertas mais de 130 vagas. São mais duas salas de aula, sala para pedagogo, uma brinquedoteca, quatro banheiros infantis, dois banheiros adaptados, refeitório, cozinha e despensa, com um investimento total de R$ 540.967,39 e mais o mobiliário adquirido no valor de R$ 30.489,50.

AmpliaçãoJuttaBatista Inauguração Ampliação CMEI Elena Coco Fagundes 7

CMEI Jutta Batista, em Pedra Azul e CMEI Elena Côco Fagundes, em Santa Isabel

Em Santa Isabel, a escola Elena Côco Fagundes ganhou uma nova sala de aula (com capacidade para 12 alunos), uma secretaria escolar e duas áreas externas para banhos de sol e atividades recreativas, além da expansão do depósito da unidade. A ampliação permitiu também que alunos fossem remanejados para o nível mais adequado a sua idade.

Antes das obras, o CMEI Cézar Vello Puppin, em Campinho, atendia a 115 crianças. Com a ampliação, ampliou-se a capacidade para atendimento de mais 80 crianças em período parcial. A obra teve investimento total de R$ 332.858,65 e foi custeada com recursos dos royalties estadual. O espaço físico do CMEI compreende atualmente: 12 salas de aula, secretaria, refeitório, dois banheiros para funcionários, sete banheiros para crianças – sendo um adaptado, cozinha, depósito de material didático, depósito para merenda, lavanderia e pátio externo.

Ampliação CMEI Cezar Vello Puppin 7 Cantinho de Amor - após reforma 9

CMEI Cézar Vello, em Campinho e CMEI Cantinho de Amor, em Ponto Alto

Em Ponto Alto, a creche foi reformada e houve construção de duas novas salas para aumentar a capacidade de atendimento da unidade, possibilitando mais conforto às crianças que estudam no local. Os dois ambientes são bastante espaçosos e foram construídos em material PVC pré-moldado, possibilitando que os pequenos atendidos pela instituição tenham o bem-estar como aliado.

Em Paraju, a antiga Unidade de Saúde “Catharina Simmer Schwarz” foi totalmente reformada para dar lugar a uma unidade de ensino para o atendimento de crianças de 4 e 5 anos. Com isso, duas turmas de alunos que se deslocavam até a escola EMUEF Fazenda do Café, serão atendidas no local. 

Posto Pedra Azul Reforma Posto de Saúde de Paraju para virar CMEI 2

Antiga Unidade de Saúde de Paraju está sendo reformada para ser transformada em um Centro Municipal de Educação Infantil

O aumento de vagas também é atribuído ao remanejamento de alunos, como o que houve no CMEI Vila Verde em que os alunos de quatro anos foram transferidos para o CMEI Germano Gerhardt (que passou por reformas), abrindo mais vagas na primeira instituição para alunos com idade de 0 a 3 anos.  

Monique Ferbek

O Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Cézar Vello Puppin, em Campinho, realizou sua terceira edição da Mostra de Trabalhos. O tema deste ano foi “Brincando e aprendendo a cuidar do meio em que vivemos”, em que os familiares dos alunos puderam conferir o resultado das atividades desenvolvidas durante o ano.

DSC 0797 DSC 0801 DSC 0809

Entre os subtemas desenvolvidos estiveram: estimulação com sons, trabalhando com arte, o cuidar de animais no meio ambiente, confecção de histórias infantis com materiais recicláveis, linguagem musical, arte e sua diversidade, confecção de brinquedos com materiais recicláveis visando à sustentabilidade e saber cuidar de mim e do outro.

DSC 0831 DSC 0849 DSC 0914

Durante o evento, houve também a encenação da peça “A Joaninha Diferente”, trabalhando o tema da inclusão. “O objetivo da mostra de trabalhos no CMEI foi de expor para a Comunidade Escolar as inúmeras possibilidade de trabalho com crianças de 0 a 3 anos”, explicou a diretora da instituição, Marlene Bautz.

 

Monique Ferbek

Domingos Martins conta com 464 profissionais que se dedicam a compartilhar sua sabedoria. Profissionais que se empenham em nos entregar lições, brindando-nos dia a dia com trabalho e dedicação. São 440 professores da Secretaria de Educação, 9 orientadores do projeto Criança Cidadã, 10 oficineiros da Assistência Social e cinco instrutores de música na área de Cultura e Turismo.

Um agradecimento a todos os professores, diretores, pedagogos, coordenadores orientadores, instrutores que, com seu esmero e profissionalismo, fortalecem o compromisso social de cada cidadão e trabalham pela formação dos martinenses para que estejam preparados para os desafios futuros.

Formação como pilar

Constantemente o município é destaque na mídia por conta do bom desempenho nos índices de avaliação da Educação. A Prefeitura possui o Centro de Pesquisa e Formação de Professores, voltado para a capacitação permanente do corpo docente da Rede Municipal.

c5b9159aedca7a828ed78ebe85528020 Formação abril 5

A infraestrutura das escolas também tem sido uma prioridade. Recentemente os Centros de Educação Infantil Jutta Batista, em Pedra Azul; Elena Côco Fagundes, de Santa Isabel; e Cezar Vello Puppin, em Campinho; receberam ampliação. A EMUEF Vô Rezende, em Santa Therezinha, está sendo reformada. A Escola de Música do município também tem nova sede: o Centro Cultural, no antigo Hotel Imperador. 

Ampliação CMEI Cezar Vello Puppin 11 Inauguração Ampliação CMEI Elena Coco Fagundes 1 Vo Rezende

Obras entregues dos CMEIs Cezar Vello Puppin (Campinho), Santa Isabel e serviços em andamento na EMUEF Vô Rezende, em Aracê

Monique Ferbek

O Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Cezar Vello Puppin passou por obras de ampliação. Foram construídas mais quatro salas, quatro banheiros para as crianças e um para funcionários. A solenidade de inauguração do novo espaço aconteceu na tarde da última quinta-feira (1º), com a presença de pais, alunos e autoridades.

Durante a abertura, os pequenos apresentaram cinco canções com instrumentos, trabalho de incentivo à musicalidade, desenvolvido pela professora Jeny Klitzke. O Sapo, A Cobra, Borboletinha, Jacaré e Dona Aranha, foram os temas interpretadas pelos alunos.

Ampliação CMEI Cezar Vello Puppin 23 Ampliação CMEI Cezar Vello Puppin 45

A diretora da unidade de ensino, Marlene Bautz, iniciou os pronunciamentos destacando a relevância e importância da ampliação. “É muito gratificante receber esta nova estrutura. Estamos muito felizes em poder atender a mais crianças em um ambiente bonito e confortável, acabando com a demanda reprimida de vagas”, disse.

Ampliação CMEI Cezar Vello Puppin 64 Ampliação CMEI Cezar Vello Puppin 70

Em seguida, a secretária municipal de Educação e Esporte, Roseli Gonoring Hehr, destacou a participação das famílias no processo educacional. “Este é um bem para os professores, mas também para as famílias. A educação de nosso município é referência e isso se deve ao conjunto de ações, e destaco a participação dos responsáveis pelas crianças na escola. Estou muito emocionada neste momento, pois era professora quando essa instituição foi inaugurada. Agora posso acompanhar a entrega dessas melhorias tão importantes”, ressaltou.

Ampliação CMEI Cezar Vello Puppin 111O prefeito Luiz Carlos Prezoti Rocha, o Carlinhos Borboleta, frisou a preocupação com a qualidade das obras que estão sendo entregues no município. “Mesmo em um momento de dificuldades, nós precisamos zelar pela qualidade e capricho nas estruturas que entregamos. Esse espaço é de cada um de vocês e aproveito para parabenizar as funcionárias, que tenho certeza, continuarão fazendo um ótimo trabalho”, disse o prefeito.

Estrutura

Atualmente, o CMEI atende a 115 crianças em período integral, das 7 às 17 horas e conta com 35 funcionárias. Com a ampliação, serão atendidas mais 80 crianças em período parcial. A obra teve investimento total de R$ 332.858,65 e foi custeada com recursos dos royalties estadual. Vale lembrar que em 2014, o CMEI passou por uma reforma geral em suas instalações.

O espaço físico do CMEI compreende atualmente: 12 salas de aula, secretaria, refeitório, dois banheiros para funcionários, sete banheiros para crianças – sendo um adaptado, cozinha, depósito de material didático, depósito para merenda, lavanderia e pátio externo. 

Ampliação CMEI Cezar Vello Puppin 6 Ampliação CMEI Cezar Vello Puppin 7
Ampliação CMEI Cezar Vello Puppin 11 Ampliação CMEI Cezar Vello Puppin 12

CLIQUE AQUI E VEJA TODAS AS FOTOS DO EVENTO

Monique Ferbek

Na manhã desta quinta-feira (12), as equipes das Secretarias Municipais de Educação e Esporte (Secedu) e de Saúde (Secsau) estiveram reunidas com pais e responsáveis por alunos matriculados nos Centros de Educação Infantil (CMEI) em Domingos Martins. O objetivo foi apresentar e esclarecer dúvidas sobre o programa de fortificação da alimentação infantil que será implantado em quatro unidades de ensino: o nutrisus. A ação consiste na adição de um sachê contendo uma mistura de vitaminas e minerais em pó em uma das refeições oferecidas diariamente às crianças nas creches.

A estratégia será implantada abrangendo todas as crianças matriculadas em quatro creches municipais: Cezar Vello Puppin e Vila Verde, na Sede; Elena Maria Coco Fagundes, em Santa Isabel; e Jutta Batista, em Aracê. O foco é na faixa etária entre 6 e 48 meses, não havendo contra indicações para crianças até os cinco anos. Para isso, foi enviado um documento para que os pais autorizem a inserção do sachê na merenda dos filhos.

Reunião Nutrisus 6 Reunião Nutrisus 10

“Cada criança receberá um sachê por dia na refeição da escola, cumprindo um ciclo de 60 sachês ofertados. Após o fim desses 60, ocorre um intervalo de 3 a 4 meses, e o ciclo é reiniciado. O primeiro no município começa no dia 16 de março e só será administrado nas crianças , cujas os pais tenham enviado o consentimento por escrito. Lembrando que a inserção dos micronutrientes na alimentação das crianças é uma ação preventiva e não de tratamento. Por isso, as crianças que já tiverem a anemia diagnosticada devem seguir o tratamento indicado pelo médico”, explica a nutricionista da Secedu, Letícia Gomes Oliveira.

Reunião Nutrisus 14A iniciativa do Ministério da Saúde, em parceria com o Ministério da Educação e o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome e Prefeitura Municipal, visa a potencializar o pleno desenvolvimento infantil, a prevenção e o controle das deficiências nutricionais, como a anemia, apontada como um dos determinantes que prejudicam o desenvolvimento das crianças.

Entretanto, caso a criança apresente doenças mais complexas como: anemia falciforme, talassemia e hemocromatose as doses de micronutrientes só serão administradas com a indicação do médico/pediatra. Os pais que após a reunião ainda tiverem alguma dúvida, podem entrar em contato com a nutricionista na sede da Secedu (localizada na parte superior do CMEI Cezar Vello Puppin), em Campinho.

CLIQUE AQUI E VEJA A ESTRATÉGIA COMPLETA DO NUTRISUS

Prefeitura Municipal de Domingos Martins

brasaoRua Bernardino Monteiro, 22 - Centro- CEP 29260-000
Expediente: 8h às 11h30 - 13h às 17h  
Fone (27) 3268-1239 - 3268-1124
Veja no Mapa

Links Úteis

portariastn contas-publicas
nfe issbancario

Previsão do Tempo

Parcialmente Nublado

18°C

Parcialmente Nublado

Umidade: 92%

Vento: 17.70 km/h