Portuguese English German Italian Spanish

Lorena Müller

Dezenas de crianças e jovens estarão reunidos no sábado (3) para mais um Encontro de Capoeira das oficinas oferecidas pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social nos pólos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). O evento acontece no coreto da Praça Dr. Arthur Gerhardt, no centro de Campinho.

Participam do encontro alunos de Ponto Alto, Pena, Pedra Azul, São Bento do Aracê, Campinho e Santa Isabel. As atividades começam às 8h com a abertura oficial, seguida de roda infantil dos alunos do Projeto do CRAS de Ponto Alto. Às 10h começa um dos momentos mais esperados do encontro: o batizado, quando novos alunos são recebidos e fazem sua primeira apresentação, e a troca de cordas (graduação) das turmas infantil e juvenil.

Semana Cultural e 12 de junho 42 Semana Cultural e 12 de junho 58 Semana Cultural e 12 de junho 52

Todos os alunos ainda participam da roda de encerramento do II Encontro de Capoeira, às 11h30, e em seguida, será realizado um lanche partilhado. “É muito importante a presença dos familiares nesta data tão marcante na vida de nossas crianças, portanto, venham conosco compartilhar essa alegria”, convida o professor da modalidade, Sandro Dias.

Outras oficinas ofertadas

A Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social oferta permanentemente diversas oficinas por meio do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) na Sede e no interior. A participação é gratuita e aberta para toda a comunidade, porém o preenchimento das vagas é prioritário para aqueles que são atendidos por programas assistenciais do Governo Federal, como por exemplo o Bolsa Família.

As inscrições devem ser feitas nos Pólos de Assistência Social, unidades instaladas em Ponto Alto, Melgaço, Pedra Azul, Santa Isabel, Campinho e Alto Tijuco Preto (Clique aqui e veja endereços e contatos). Atualmente, mais de 250 pessoas são atendidas no SCFV.

Veja as oficinas ofertadas por localidade:

- Ponto Alto: Artesanato, capoeira, violão e reciclagem
- Alto Paraju: Violão
- Pena: Capoeira (noturno)
- Alto Tijuco Preto: Artesanato
- Pedra Azul: Violão, capoeira e artesanato
- São Bentinho: Violão e capoeira
- Santa Isabel: Violão, capoeira e artesanato
- Melgaço: Violão, capoeira e artesanato
- Sede: Capoeira, artesanato, canto coral e banda marcial

* Além das oficinas, nos pólos do CRAS (Oswaldo Reetz, Ponto Alto, Santa Isabel e Melgaço), são oferecidas aulas de reforço escolar pelas educadoras sociais.

Lorena Müller

Domingos Martins inicia neste mês um importante trabalho de resgate cultural e musical com a formação da Banda Marcial Municipal de Domingos Martins. Sob a coordenação da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, o projeto está com inscrições abertas e os ensaios começaram nesta semana, em Campinho.

A participação na banda é democrática e aberta a toda a comunidade martinense, a partir de 10 anos de idade. Não é preciso saber tocar instrumento nem possuí-lo, basta efetuar a inscrição e frequentar os ensaios todas as segundas, terças, quartas e sextas, a partir das 17h30, na Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (antiga LBA).

“O projeto começa do zero, ou seja, todo o conhecimento musical será repassado para os participantes, a ideia é fazer uma construção coletiva com aprendizado básico e contribuições de cada um dos participantes”, explica o professor Marcelo Vicente de Souza, coordenador do projeto.

Segundo a secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Soemis Lyra dos Santos, a iniciativa vai além do resgate de uma tradição. “Queremos promover também inclusão social oportunizando nossa juventude a participar deste movimento. Será muito bacana e todos estão convidados a participar”.

Instrumentos

Os instrumentos musicais que serão utilizados na Banda Marcial Municipal de Domingos Martins unem o passado e o presente. Trinta e dois instrumentos, entre caixa, tarol, surdo, corneta e outros, que pertenceram à Fanfarra Djalma Brás, formada por alunos da antiga Escola Cenecista de Domingos Martins (Cnec) nos anos 70 e 80, foram recuperados e colocados em uso.

Outras 18 peças entre pandeiros, tamborins, chocalhos, surdo, tarol e caixa, adquiridas pela prefeitura em 2014 para a realização de oficinas de percussão também serão utilizadas na Banda Marcial Municipal de Domingos Martins.

Os trabalhos para a formação da Banda Marcial Municipal de Domingos Martins começam intensos já com previsão de apresentação no mês que vem, durante as comemorações ao Dia da Independência do Brasil, no dia 7. A programação será divulgada em breve.

Mais sobre as bandas marciais

Fanfarras no Brasil ou e Bandas Marciais no Brasil, são os nomes dados as bandas musicais compostas por várias pessoas, músicos, componentes coreográficos. Suas apresentações podem acontecer em ruas, avenidas, ginásios, campos de futebol, trazendo sempre em seus repertórios, músicas e performances das mais diversas.

Além de tocar instrumentos de sopro e percussão, existem componentes que se utilizam da arte cênica para implementar movimentos e beleza ao espetáculo apresentado, podendo vir a utilizar espada, lança, bandeira, mastro, entre outros. Podem ser conhecidos como Linha de frente, Corpo coreográfico, Mor, Baliza de fanfarra, Pelotão de bandeiras.

 

Outras informações:
Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social
Tel.: (27) 3268-3218

 

Lorena Müller

O debate sobre o papel a as responsabilidades do jovem martinense na sociedade será constante com a oficialização do Fórum Municipal da Juventude como atividade permanente, na última sexta-feira (12). A partir de agora, projetos e ações poderão ser formulados e desenvolvidos durante todo o ano, ampliando as oportunidades de debate para além do evento pontual. 

Formado por jovens representantes dos sete distritos do município e do poder público, a oficialização do fórum permanente é o primeiro passo para a criação e instalação do Conselho Municipal de Juventude.

4 forum juventude 1 4 forum juventude 2

Compete aos membros do fórum permanente, entre outras atribuições: Conhecer e participar das discussões de propostas preliminares de projetos de interesse da juventude martinense; Solicitar junto aos conselhos municipais informações acerca de assuntos que julgar procedentes para conhecimento das ações realizadas em prol da juventude martinense; Requisitar apoio técnico de servidores da Administração Pública para realização de estudos, para compor grupos de trabalho e elaboração de projetos; Deliberar sobre qualquer matéria de interesse da Juventude Martinense e encaminhar propostas ao Poder Executivo.  

4 forum juventude 26

Os representantes de três distritos foram escolhidos ainda na sexta-feira (12): Tamara Stein Miranda e Charles Philipe Valter, da Sede; Tania Delpuppo e Luan Felipe Ferreira de Oliveira, de Pedra Azul; e Juliana Bello Jastrow Alícia Mayer Littig, de Paraju. Os demais representantes serão escolhidos em breve.  

Programação do Fórum

Dezenas de jovens dos distritos da Sede, Paraju e Aracê participaram da quarta edição do fórum, no auditório da Escola Municipal Mariano Ferreira de Nazareth, em Campinho. Durante a abertura oficial a secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Soemis Lyra dos Santos, afirmou que o momento é de ampliar conhecimento. “Precisamos ser protagonistas de nossa vida. Esta é uma oportunidade de falar, ouvir e aprender sobre políticas publicas, sobre formas de contribuir para fazer uma realidade de acordo com o que pensamos ser mais correto e melhor para a coletividade”.

4 forum juventude 3 4 forum juventude 4
 4 forum juventude 5  4 forum juventude 16
 4 forum juventude 6  4 forum juventude 7

Para o prefeito Luiz Carlos Prezoti Rocha, o Carlinhos Borboleta, a juventude tem papel fundamental no desenvolvimento e crescimento do município. “Não podemos deixar este movimento morrer por isso trabalhamos e nos dedicamos para tornar este fórum permanente, para que a juventude não deixe de participar ativamente e contribuir para o crescimento de nosso município. Vocês são o futuro e também têm essa responsabilidade, de cuidar, de zelar e de fazer de Domingos Martins um lugar cada vez melhor”. 

Pela manhã, a palestra “A responsabilidade também é sua...Se liga!” foi ministrada pelo coordenador estadual do Ministério Fé e Política, Felipe Felix, seguida de debate. Já na mesa redonda os temas foram meio ambiente, desenvolvimento e políticas públicas, com a participação de representantes dos Poderes Executivo e Legislativo.

4 forum juventude 8 4 forum juventude 9
4 forum juventude 10  4 forum juventude 11
 4 forum juventude 19  4 forum juventude 17

 Participaram alunos das escolas estaduais Pedreiras, de Pedra Azul, Gisela Salloker Fayet, de Paraju, Apae de Domingos Martins, além de jovens de outros distritos, participantes de edições anteriores do fórum, além de profissionais da área de assistência social e servidores municipais.

O Fórum da Juventude também trouxe resultados. Participante da terceira edição em 2015, o estudante da Escola Estadual Gisela Salloker Fayet, Brayan Luan Ribet, apresentou um vídeo sobre o cotidiano da família, moradora da comunidade de Rapadura. “Para este trabalho tive grande apoio da escola e da minha família. Gostei muito de fazer, de mostrar a minha história, e agora incentivo outras pessoas a mostrarem sua cultura, sua realidade”.

Para fechar a programação, palestra em forma de teatro. Com bom humor e leveza, a assistente social Fabiola Bitencourt Pazinatto trouxe sua “Mariza” para falar sobre políticas públicas, acesso aos serviços públicos e o papel do jovem como cidadão e participante efetivo da sociedade.

Prefeitura Municipal de Domingos Martins

brasaoRua Bernardino Monteiro, 22 - Centro- CEP 29260-000
Expediente: 8h às 11h30 - 13h às 17h  
Fone (27) 3268-1239 - 3268-1124
Veja no Mapa

Links Úteis

portariastn contas-publicas
nfe issbancario