Portuguese English German Italian Spanish

Dezenas de alunos participam das oficinas do Festival de Inverno

Lorena Müller

Desde a última segunda-feira (25) Domingos Martins tem um som especial. Seja passando pelo antigo Hotel Imperador, pelo Clube de Campinho, pela escola municipal e por tantos outros lugares, a música ecoa pela cidade, executada por estudantes das oficinas do XXIII Festival Internacional de Inverno de Música Erudita e Popular. Também nas comunidades de Melgaço e Ponto Alto, música e canto são entoados por moradores locais participantes das oficinas.

Depois de cinco dias de intenso aprendizado, é hora de apresentar ao público o resultado. Na noite de ontem (28), o  Coral do Festival – Melgaço se apresentou no coreto e hoje (29) serão realizadas mais audições. Logo mais, às 13h, será a vez dos alunos da Prática de Orquestra, no coreto da praça e às 18h, a Igreja Luterana recebe os alunos da Prática de Coral da Sede. Em Ponto Alto, no mesmo horário, acontece a apresentação do Coral  do Festival – Ponto Alto, na Igreja Luterana da comunidade.

Coral do Festival - Melgaço Coral do Festival - Melgaço 2
Alunos da oficina de Prática de Coral - Melgaço 

Amanhã (30), novas audições acontecem pela manhã: Prática de Big Band (10h – Coreto), Prática de Choro (11h – Palco Livre) e Prática de Metais – Melgaço (12h – Coreto). Já no domingo (31) os alunos da oficina de Concertina se apresentam no coreto, às 10h, encerrando as audições 2016.  

Na edição deste ano, o Festival de Inverno recebeu estudantes da Faculdade de Música do Espírito Santo (Fames), Projeto Casa Verde (Cachoeiro de Itapemirim), Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Lira Guanduense e Vale Música, além de músicos martinenses e de São Mateus e Fundão, entre outros.

Durante toda a semana os alunos participaram das atividades musicais. Pela manhã foram realizadas as oficinas de violoncelo, contrabaixo, violino e viola, sob a coordenação do professores Sanny Souza e Gabriela Queiróz, respectivamente. Já a tarde foi reservada para as oficinas de prática coletiva: Orquestra Sinfônica com o maestro Helder Trefzger, Big Band com Rafael Rocha, Choro com Alexandre Araújo e Coral com Alice Nascimento.

 PD 2255  PD 2310
 PD 1584  PD 2400

Fora da sala de aula, os espaços públicos se tornaram palco para a aprendizagem. Diversos estudantes complementaram os estudos praticando e trocando conhecimento em vários pontos da cidade. “Foi uma experiência muito enriquecedora. Já participo de grupos de coral e o que aprendi aqui contribuirá para o meu desenvolvimento musical, é sempre bom estar no Festival de Inverno” relatou a aluna da oficina de Coral, Maria Luísa Barbosa.

 PD 2582  PD 2574
 PD 2505  PD 2543
 PD 2430  PD 2426
 PD 2484  PD 2479

Para a coordenadora do Projeto Casa Verde de Cachoeiro de Itapemirim, Jovania Valiati Koppe, participar do Festival de Inverno foi enriquecedor. “Estar aqui tem um valor incalculável. Nossa orquestra é regida pelo dedicado maestro Fábio Coruja e os alunos estiveram sob a batuta do maestro da Orquestra Sinfônica do Espírito Santo Helder Trefzger, isso é uma honra.  Cada conhecimento partilhado, cada técnica aprendida, cada partitura estudada, cada contato com outros alunos nos deixam convencidos de que o coração deste festival pulsa no mesmo ritmo que o nosso, o pulso da música”.

Oficinas para moradores em Melgaço e Ponto Alto

A música e o canto também estiveram no interior de Domingos Martins. A comunidade de Melgaço, já reconhecida pela tradição das bandas de metais, recebeu mais uma vez o professor Antonio Schneiders para a oficina de Prática de Metais, nesta edição com mais de 50 moradores locais e de Santa Maria de Jetibá.

 02A9903  02A9922

“A oficina é a vida das nossas bandas daqui de Melgaço, a Pommerweg’s e a Pommerchor. É um período de grande aprendizado e nos alegra muito poder viver essa experiência mais uma vez. Também aproveitamos as aulas para contar com o apoio do professor para definirmos o nosso repertório anual, contou o aluno e regente da Pommerchor, Solemar Schwanz.

 02A9884  02A9863
 02A9945  02A9949

Melgaço também é referência no resgate e preservação da música de concertina, tanto que é a terra de uma das maiores referências no Espírito Santo sobre o assunto. Seu Angelino Zaager, músico autodidata, é um únicos no Brasil que fabricam o instrumento em ensina a tocar a concertina. Neste Festival, ministrou a oficina a 19 alunos. A comunidade recebeu ainda aulas de Prática de Coral, com a professora da Escola de Música Helena Gerhardt Brickwedde, Joelma Kumm. 

Ponto Alto

A 23ª edição do Festival de Inverno levou também música para a região de Ponto Alto. Por lá a música foi entoada por moradores de toda a região e da Sede do Município, sob a coordenação do professor martinense Pablo Assunção.

 02A0004  02A0028

Participando pela primeira vez das oficinas do Festival de Inverno, a moradora de Ponto Alto Julimara Aparecida Ferreira contou a experiência. “Gosto muito de cantar, e já me apresentei algumas vezes, mas a oficina trouxe muitas coisas novas, especialmente em relação às  técnicas de afinação e respiração”.

Programe-se
Audições dos alunos do Festival

Sexta - 29/07

13h: Prática de Orquestra - Coreto
18h: Prática de Coral Sede -Igreja Luterana
18h: Prática de Coral Ponto Alto -Igreja Luterana de Ponto Alto

Sábado - 30/07

10h: Prática de Big Band - Coreto
11h: Pratica de Choro - Palco Livre
12h: Prática de Banda de Metais - Melgaço - Coreto

Domingo - 31/07

10h: Concertina - Coreto


 

Avalie este item
(1 Voto)
  • Última modificação em Quarta, 03 Agosto 2016 10:25
  • tamanho da fonte
Assessoria de Comunicação

Prefeitura Municipal de Domingos Martins
Tel.: (27) 3268-1166 / 9 9971-6498

E-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Prefeitura Municipal de Domingos Martins

brasaoRua Bernardino Monteiro, 22 - Centro- CEP 29260-000
Expediente: 8h às 11h30 - 13h às 17h  
Fone (27) 3268-1239 - 3268-1124
Veja no Mapa

Links Úteis

portariastn contas-publicas
nfe issbancario